Inbound marketing: saiba usar o poder da atração a seu favor

Desde 2009, o inbound marketing — em tradução livre, marketing de atração — se tornou popular. Isso aconteceu devido a publicação do livro “Inbound Marketing: seja encontrado usando o Google, mídia social e blogs” e a necessidade crescente das empresas de conquistar novos clientes. 

Pensando que muitas dessas empresas possuíam um capital de investimento enxuto e que o público estava passando por um processo de saturação de informação, o marketing de atração se tornou uma ótima alternativa. Isso porque para executar a estratégia não são necessários grandes investimentos nem atrapalhar o público em seu momento de lazer — como acontecia no marketing tradicional.

Pensando em todo esse contexto, reunimos neste artigo as principais informações sobre o assunto. Confira!

O que é o marketing de atração?

Conforme citado, o marketing de atração não é intrusivo. Ele se beneficia da permissão do usuário para iniciar o processo de comunicação. Na prática, isso acontece através da criação e distribuição de conteúdo relevante.

Por exemplo, a estratégia de inbound, em vez de atrapalhar o lead a assistir a sua novela preferida, cria um conteúdo relevante que atraia esse público. 

O conteúdo é como se fosse a própria novela dentro de uma estratégia de marketing de atração. 

De forma sistêmica, a estratégia de inbound marketing funciona da seguinte forma:

  • atração: através de conteúdos relevantes, são atraídos visitantes para os canais de comunicação da empresa;
  • conversão: com páginas específicas, são captados dados desses visitantes;
  • fechamento: com o relacionamento mais estreito, são fechados novos negócios;
  • encantamento: através de um processo de pós-vendas, é necessário encantar os novos clientes para escalar o processo de aquisição.

Mas para todo esse processo funcionar, é preciso executar uma cadeia de ações. De forma sistêmica, o conteúdo atrai. Mas para estreitar o relacionamento com o lead, é necessário captar suas informações, enviar emails direcionados e segmentar. Apenas depois de todo esse processo executado é possível estreitar o relacionamento com o lead  e usar o poder da atração ao favor da sua empresa. A seguir, comentamos um pouco mais sobre cada ação.

Quais são as ações?

SEO

Como o nome já sugere, o marketing de atração visa atrair leads. Nesse processo, um dos canais mais utilizados é o blog da empresa. Para que ele seja encontrado, é preciso que seja otimizado com as principais técnicas de SEO.

No entanto, a otimização precisa se estender para além do blog. Em um e-commerce, por exemplo, é necessário trabalhar as páginas de produtos e páginas internas para atrair os leads certos. Podemos perceber a importância de aplicar essas técnicas através do levantamento E-Commerce Trends 2017. De acordo com a pesquisa, lojas virtuais que otimizam seus sites conquistam 5,7 mais clientes em detrimento das que não o fazem. 

Redes sociais

Um outro canal que pode funcionar muito bem na atração de leads são as redes sociais. Mas para esse processo ser eficiente é necessário analisar qual é o melhor canal para investir.

Por exemplo: se a sua empresa é do segmento de design de interiores, tem um apelo visual muito forte. Nesse contexto, canais com o Pinterest e até mesmo o Instagram podem ser ótimas alternativas. 

Para os e-commerces essa regra também se aplica. Novamente de acordo com o levantamento E-Commerce Trends 2017, 69,4 dos usuários descobrem novas lojas virtuais através das redes sociais.  

Landing pages

Depois de criar um processo de atração de visitantes consistente, é preciso captar as informações deles. Afinal, é impossível vender sem conhecer o lead. Para solucionar essa questão, surgem as landing pages — páginas criadas pensando na conversão dos visitantes em leads.

Email marketing e automação

Com as informações captadas através das landing pages, o próximo passo é criar ações para estreitar o relacionamento com os novos leads. Para isso, é preciso criar uma estratégia de email marketing.

Uma alternativa para escalar todo esse processo é implementar a automação de marketing. Para isso, surgem no mercado ferramentas como a RD Station e a Hubspot.

O inbound marketing está sendo implementado por várias empresas para  conquistar resultados. Mas, para potencializar esse processo, surgem as mídias pagas. Pensando nisso, reunimos em um outro artigo as principais informações sobre este assunto. Confira já!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *