E-mail marketing: como otimizar essa estratégia nas PMEs?

Engana-se quem pensa que a utilização do e-mail como mídia de marketing só pode ser feita por grandes organizações. O e-mail marketing para pequenas empresas é uma realidade que, aliada às boas práticas de comunicação, possibilita que o conteúdo chegue ao destinatário final e potencialize métricas importantes.

Trata-se de uma ação que conquista cada vez mais marcas, uma vez que os resultados obtidos por meio dela são concretos e escaláveis. Além disso, permite que o anunciante fale diretamente com o consumidor e eleve os resultados de marketing e vendas.

Em uma estratégia de marketing digital e inbound, ela cumpre o papel de automatizar e nutrir leads, independentemente da etapa do funil que o contato estiver. Isso permite um acompanhamento da jornada de compra do cliente e a construção de conteúdos mais adequados ao momento.

A ascensão das redes sociais trouxe alguns questionamentos quanto a sobrevivência do e-mail marketing. No entanto, esse é um canal que permanece gerando retornos positivos para empresas de todos os tamanhos. Quer saber como promover melhorias nas estratégias de e-mail marketing e ser mais eficaz? Veja as dicas a seguir!

Segmente a base de contatos

Ao segmentar a base de contatos das ações de e-mail marketing, é possível construir mensagens mais direcionadas e personalizadas.

Com isso, pode-se adequar linguagens e ofertas em vez de disparar um conteúdo — que possivelmente será irrelevante para um percentual de receptores —  para toda a base. Você pode segmentá-la seguindo os seguintes itens:

  • idade;
  • sexo;
  • localização;
  • escolaridade;
  • data de nascimento;
  • renda;
  • ocupação;
  • estilo de vida;
  • nicho empresarial;
  • posição profissional;
  • histórico de compras;
  • interesse de compras;
  • frequência de compra;
  • estágio do funil de vendas. 

Utilize uma linguagem adequada

Após segmentar a base, escreva uma mensagem adequada para o público que receberá o e-mail marketing. Então, analise se a informação é realmente relevante e entenda a melhor forma de comunicá-la.

De acordo com a segmentação, você pode optar por um tom de voz formal ou atribuir gírias e uma linguagem descontraída, por exemplo.

Evite trabalhar com textos muito extensos. O público adere mais facilmente às mensagens rápidas, concisas e que não demandam muito tempo para leitura. Dessa forma, faça uma revisão e questione se todas as informações dispostas são realmente necessárias. Caso não sejam, elimine e otimize. Seja sempre claro e objetivo.

Limpe o mailing periodicamente

Por diversas razões, alguns contatos da sua base perdem o engajamento. É possível que esses endereços eletrônicos estejam inativos ou simplesmente que os receptores não tenham mais interesse em ver seus conteúdos. Por isso, é uma boa prática evitar o disparo de mensagens para essas pessoas.

Definido isso, você deverá segmentar sua base e separar os contatos que não abriram ou não demonstraram interesse pelos seus e-mails nos últimos meses (faça uma média de três meses, por exemplo).

Na sequência, separe essa base e pare de disparar e-mails para ela ou, no mínimo, reduza a frequência.

Ao aplicar essas ações, você evita que sua marca seja vista como um incômodo e demonstra respeito e empatia pelos contatos desinteressados. Uma vez que você já tem uma base engajada, é melhor direcionar seus esforços para ela.

Faça testes A/B

Uma maneira de alcançar resultados mais certeiros é aplicando o teste A/B às suas ações de e-mail marketing. Ele tem a proposta de identificar quais variáveis da mensagem serão mais aceitas pelo público. Com isso, você conseguirá coletar números sólidos para os próximos passos da ação.

Em suma, você deverá selecionar uma amostra do seu mailing e dividi-la em dois grupos iguais, A e B, sendo que cada um deles receberá um e-mail com diferentes variáveis. Aqui, é interessante testar diferentes assuntos, textos, layouts, disposição dos botões internos, entre outros fatores.

Após disparar o teste para as amostras selecionadas, você conseguirá identificar qual obteve melhores resultados. Para isso, meça a taxa de abertura do e-mail e o avanço em outras etapas da estratégia. Esses dados evitarão que decisões hipotéticas sejam tomadas.

Use layouts responsivos

Muitas pessoas leem seus e-mails utilizando o smartphone. Com a diversidade de suportes existentes, é importante que a mensagem enviada seja compatível a todos eles. Isso se faz por meio da construção de um layout responsivo, que se adapta às diferentes telas e otimiza a experiência do usuário.

Esse layout pode ser criado utilizando o código HTML. Outra opção é usar um template disponibilizado por algumas ferramentas de disparo de e-mail, assim, sua função principal será simplesmente inserir a imagem e o texto que serão enviados.

É importante que o layout também tenha poucas informações, apresentando um visual leve e agradável aos olhos do receptor. A inserção de muitas imagens, GIFs e vídeos pode deixar o carregamento da mensagem lento, e isso interferirá diretamente nos resultados da sua estratégia.

Conte com uma agência facilitadora

Tão necessário quanto seguir as dicas acima é contar com a expertise de uma agência que ofereça soluções de marketing digital e inbound marketing. Com isso, você terá um parceiro que acompanha as novidades do mercado e possui mais acesso às oportunidades oferecidas pelas ações de e-mail marketing.

O sucesso de uma estratégia requer, principalmente, soluções inovadoras e caminhos alternativos. Nesse sentido, uma agência parceira pode auxiliar sua marca no planejamento, na execução e até na mensuração dos resultados de suas ações.

A agência também pode ser útil na construção dos conteúdos que serão disparados, como:

  • divulgação de promoções da marca;
  • convite para eventos;
  • compartilhamento de novidades da empresa e do mercado;
  • ações para datas comemorativas (como natal e dia das mães)
  • mensagens de aniversário para clientes, entre outros. 

O e-mail marketing para pequenas empresas é prático e tem baixo custo de investimento para falar com o público. O disparo de malas diretas físicas, por exemplo, demanda gastos com produção e logística, além de ser uma ação que requer mais tempo e impossibilita a metrificação.

Aliada às boas práticas de comunicação, uma boa estratégia de e-mail marketing para pequenas empresas evita que suas mensagens sejam vistas como spam pelos contatos e, ao trabalhar a jornada de compras e automatizar os seus leads, haverá uma elevação dos resultados.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre e-mail marketing, é hora de conhecer mais dicas que podem ajudar na sua estratégia. Frequentemente, preparamos conteúdos especiais para sua empresa. Assine nossa newsletter e receba-os em seu e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *